24 de ago de 2014

SOBRE SOCIABILIDADE

Em uma de suas passagens mais célebres Schopenhauer escreve um pedaço de sabedoria que muitos filósofos queriam ter escrito:






"Todos são Sociáveis — na medida em que são Intelectualmente pobres, hipócritas e vulgares

Na solidão, onde todos se veem limitados aos seus próprios recursos, o indivíduo enxerga o que tem em si mesmo. O tolo em trajes finos suspira sob o fardo de sua própria individualidade miserável, da qual não pode se livrar, enquanto o homem de grandes dotes povoa e anima com seus pensamentos a região mais deserta e desolada. Há, pois, muita verdade no que Sêneca diz: "toda estultice sofre o fastio de si mesma. (Epistulae, 9)", e também na sentença de Jesus de Sirach, A vida de um tolo é pior que a morte. Logo, em geral, constataremos que todos são sociáveis na medida em que são intelectualmente pobres, hipócritas e vulgares. Pois, neste mundo, temos pouca escolha entre a solidão e a vulgaridade."


Arthur Schopenhauer, in Aforismas Para a Sabedoria de Vida.


Aproveite para conhecer a página de Shopenhauer no facebook, e seja agraciado com os pensamento do filósofo diariamente:

https://www.facebook.com/pages/Arthur-Schopenhauer/589409147746227

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não me deixe pensar que sou o dono da verdade. A conversa continua nos comentários