24 de dez de 2013

DA MÁ FORMAÇÃO Á MIGRAÇÃO: OS PROFESSORES




O PERFIL DO PROFESSOR NO BRASIL

PEFIL DE QUEM QUER SER PROFESSOR
O DESESTÍMULO
A MÉDIAL ANUAL DO SALÁRIO EM OUTROS PAÍSES
TIROU NOTA 20 NO ENEM 2008 (EM UMA ESCALA DE 0 A 100)
SALÁRIO MÉDIO DO PROFESSOR NO PAÍS
R$ 3.335,00
ALEMANHA – 35 MIL DOLÁRES
MULHER
NA REDE ESTADUAL DO PAÍS
R$ 994,80
COREIA DO SUL – 23 MIL DOLÁRES
ESTUDANTE DE ESCOLA PÚBLICA
 O PISO NACIONAL 1318,00
ESTADOS UNIDOS – 25 MIL DOLÁRES
RENDA FAMILIAR DE ATÉ 2 SALÁRIOS MÍNIMOS

BRASIL 12 MIL DOLÁRES
MÃE QUE NUNCA ESTUDOU

FONTE: MEC/INEP, SENADO FEDERAL


Segundo Mandela, a educação tem um papel fundamental na mudança de nosso mundo. Pensando nisso, o convite para ver como a situação da educação do nosso país está é irrecusável! No post de hoje vamos ver alguns números e entender o porquê da educação no Brasil perpetuar o que está aí, ao invés de mudar o cenário atual.

Segundo pesquisas, apenas 2% dos jovens brasileiros querem ser professores. Muitos afirmam que ser docente é muito importante e respeitam nobre função, entretanto, poucos são os brasileiros  dispostos a seguir tal carreira. O que mais afasta os jovens dessa profissão é a baixa remuneração, o desgaste em dar aulas, além das péssimas condições de trabalho.

Ainda há outros elementos aterrorizantes para as estatísticas para a profissão professor: a maioria dos candidatos para as licenciaturas sofrem de uma formação acadêmica muito fraca, além de serem originalmente de família das quais os estudos nunca foram prioridade. O perfil do profissional da educação é um subproduto da deseducação brasileira. O cenário para a educação não é muito animador, talvez tudo isso seja uma manobra proposital dos que estão no poder, com o fito de perpetuar toda essa situação: uma população sem a devida formação é propensa em aceitar mais os absurdos políticos.

Dado o cenário, é fácil  entender por que muitos professores estão migrando de profissão. A cada dia que passa vejo muitos professores voltando às salas de aula e não é para formação continuada: os professores estão cansados e vão mudar de profissão. Arrisco dizer quem em um futuro próximo haverá uma escassez de mão-de-obra para a educação, afinal o sistema posto empurra os profissionais a procurarem outras formas de subsistência. O bicho professor pode entrar em extinção.


Um comentário:

  1. Sobre este assunto, tem essa fala que é icônica sobre o assunto:

    http://www.youtube.com/watch?v=8L1QYWYb8GY

    ResponderExcluir

Não me deixe pensar que sou o dono da verdade. A conversa continua nos comentários